A resposta possível ao desafio que me foi feito, pelo Centro de Competência da Escola Superior de Educação de Setúbal, de apresentar o meu testemunho sobre a ainda pouca experiência de utilização de blogues em Educação (apenas um ano e meio). Um diário de bordo resumido, simples reflexões de quem está apenas a começar. Não contem com certezas. Estejam certos de que sobrarão muitas perguntas. O caminho faz-se caminhando.
Do fio à teia... testemunho de um caminho
quinta-feira, 1 de março de 2007
 
desfiado por Unknown at 12:32 | Permalink
Do fio à teia (testemunho de um caminho - síntese)
domingo, 25 de fevereiro de 2007
Primeiro é só a vontade de qualquer coisa mais. Um passo em frente. Um gesto novo. Sabe bem experimentar caminhos de aproximação ainda não traçados no universo da educação.
A tecnologia permite. De forma complexa ou de forma mais simples. Esta história começou de forma simples. Os blogues têm esse poder. Podem humanizar o uso da máquina, podem ser gesto de partilha, de alargamento da descoberta e do saber. No fim somos sempre nós, gente, o mais importante.
Um fio para começar, para experimentar. Outro para finalmente perceber em que sentido seguir. E mais outro ainda... e mais... A certa altura a teia, a rede de ligações que se alimenta a si própria. Será contada a história e dela se deixará testemunho.
Crescemos todos à medida que ela cresce.
Os blogues oferecem mais do que só palavras, do que só companhia, do que apenas janela. Eles são, talvez, uma nova forma de gerir a informação, de nos partilharmos num tempo com pouco tempo. Mas, sobretudo, eles vencem a barreira do espaço, apagam os muros e as paredes da Escola a que chamávamos nossa e que passa a ser uma grande casa comum, sem fronteiras, sem nomes, sem território.
Juntam parceiros de ofício com afinidades nos sonhos. Afinidades na língua (nem tanto mar é já desculpa). A sala de professores deixa de ser o casual encontro que o destino dita, passa a ser o encontro que se vai escolhendo no que se lê e vê do outro que um dia, quem sabe, acabaremos por chegar a conhecer, a tocar.
Uma riqueza partilhada quebra o isolamento, deixa entrar a luz. Aquece.
Não são permitidos segredos a uma comunidade que quer e precisa de aprender.
O erro fará sempre parte do caminho. O confronto. A indecisão. O fracasso. O cansaço. O desencanto. As divergências. Mas, também, todas as conquistas.
Teia que, apesar de tudo, apetece continuar a tecer...

Voltar ao início
 
desfiado por Unknown at 17:42 | Permalink
Como começou?
quinta-feira, 15 de fevereiro de 2007


1º Fio

Artigo sobre blogues (de Branca Silveira) na Revista Educação e Matemática da Associação de Professores de Matemática (nº 84, 2005 -final do ano) - motivação inicial.
Decisão de aplicar o conceito/instrumento em contexto de aula. Ainda sem imaginar todas as possibilidades...


2º Fio

Ensaiar, experimentar, utilizando para tal um blogue pessoal.
Reflexões, ideias, partilha de materiais e pistas para actividades em contexto educativo e outros assuntos ao sabor dos fios...
Tempo de Teia surgia em Janeiro de 2006. Sem saber exactamente qual seria o caminho...



Iniciar leituras sobre as possibilidades de utilização de um blogue na escola, vantagens, competências que permitem desenvolver, contextos de aplicação...

Alguns recursos úteis:

Blogs: um recurso e uma estratégia pedagógica
Maria João Gomes

http://creazeitao.googlepages.com/BlogsUtilEducUNIVMINHO.pdf

Educação para os Blogues
http://www.edublogues.blogspot.com/
.
Blogs na Educação (continuação em: Educação, Matemática e Tecnologias)
http://blogs.prof2000.pt/blogseduc/ ( http://blog.joseoliveira.net/ )

OFICINA DO BLOG
http://creazeitao.googlepages.com/OFICINADOBLOG.doc
(
http://oficinadoblog.weblogger.terra.com.br/)

Um guião sobre Blogs – site “Vamos Bloggar”
http://www.fpce.ul.pt/pessoal/ulfpcost/te3aula2003/blog/
.
Voltar ao início
 
desfiado por Unknown at 20:58 | Permalink
Marcos do percurso em jeito de diário...
quarta-feira, 14 de fevereiro de 2007

12 de Janeiro 2006
esboçada a ideia do blogue da turma A 6º ano - Sala 16
www.sala16.blogspot.com


18 Janeiro 2006
vão surgindo blogues individuais dos alunos

Construímos o Dia D - o blogue da turma D porque todos os dias são importantes... Quanto à Sala 16 ... está-se bem lá! Hoje divulgaram a saída do jornal da Escola.
(...)
Os erros ortográficos, as dificuldades de escrita, outras fragilidades na organização de ideias, começam a tornar-se evidentes. Compilei comentários. Havemos de os corrigir, de os melhorar. Havemos de fazer o que for possível fazer.

27 Janeiro 2006
eles andam por aqui...
Os meus alunos. E o que aqui teço tem dupla função. (Dupla responsabilidade?)

5 Março 2006
netescrita e netescrit@

Muito desafio bom para pôr todos a escrever e a gostar de o fazer.
(Vencedor da categoria "Melhor Blogue, serviço ou programa ao serviço da educação" dos BLOPEs) Netescrit@ o site (com a participação de autores portugueses)

6 Março 2006
um blogue individual, pedidos de ajuda e...

2 Março 2006
esboço o Sabor e Saber
10 Março 2006
que muda de endereço e de servidor
www.saborsaber.com

17 de Março
tanto mar pouco mar... descoberta da Oficina de Projectos do Vicente - Brasil

há mais quem tenha o sonho de fazer destes tempos, tempos de partilha, crescimento, apoio e construção de algo novo em educação. Tempo de pensar uma Escola sem muros. (...) É como olhar no outro lado do espelho... Tique de professor / informes & reflexões (antes TIC NA EDUCAÇÃO / CAPACITAÇÃO)
e
MATEMÁTICA NAS OITAVAS


10 Abril 2006
crescem os blogues individuais na Páscoa


3 Maio 2006
mudança de visual e criação do SOS - Professor
SOS PROFESSOR - TEIA DE APOIO
(que, este ano, continuou já na Escola Virtual)

11 Maio 2006
avançamos na formação da turma A, preparando o momento da autonomia...

em AP avançámos na formação sobre os blogs. Querem saber os segredos todos. Links, música, outras dúvidas...Uns digitalizam, outros passam textos, alguns ilustram... Há 9 blogs individuais neste momento, mais uns quantos em perspectiva. A vida não pára e estou a prepará-los para o dia (próximo, tão próximo... ai a saudade!) em que entregarei nas suas mãos a gestão da sala 16. No sétimo ano serão donos e senhores desse espaço(...)

24 Junho 2006
a gestão do blogue Sala16 foi entregue à turma simbolicamente, através da oferta de uma chave enorme aos delegados



17 Julho 2006
urgentíssimo, já depois das aulas terem acabado...
alguns pedidos de ajuda para resolução no blogue que agora é deles.

Saudades vossas A-Team...

28 Julho 2006
nomeada coordenadora da BE-CRE
... outras questões se começam a colocar...

Ontem a
Prof. Teresa (...) a propósito da minha entrada, dizia: Recomendo a página ou eventualmente uma plataforma. Para a primeira é fácil: experimenta o Googlepages. Está lá tudo; inclusivé o problema dos layouts que facilitam leituras e dos esquemas de navegação que não fazem desesperar visitantes. Comecei uma coisita aqui: http://descompetic.googlepages.com/home É claro que desde que a "li", o bichinho se instalou... até conseguir estruturar a página web da BE-CRE em:
http://creazeitao.googlepages.com/home

Obrigada pelas dicas Teresa! Estou rendida à evidência! Quem sabe, sabe... Estes espaços de partilha na blogosfera são um dos melhores exemplos da importância e do poder das tecnologias na educação... Acreditem que é verdade...

13 Setembro
blogue da BE-CRE ...um diário da equipa.
http://creazeitao.blogspot.com/

18 Setembro 2006
consolidação da página web da BE-CRE


21 Outubro 2006
nova turma, novo blogue-TurBêturma!

Já é oficial! Os nossos "28 na sala" chegaram à blogosfera! Depois de duas aulas em que foram discutidos todos os pormenores: nome, assinatura, password, template... texto inicial, desenho a acompanhar, tudo com uma exigência e um entusiasmo difíceis de descrever (mas que parecem antecipar aventuras de mil cores)... ... a
TurBêturma entrou "a abrir" na vossa companhia! É em: www.turbeturma.blogspot.com


26 Outubro 2006
histórias matemáticas escritas pelos alunos...


10 Janeiro 2007
às voltas com as medições deixei dicas...




19 Janeiro 2007
matemática estudo acompanhado blogues e gmail...
(...)Aula de matemática: testar o e-beam. Ainda cheia de limitações... mas na experiência se cresce. Se aprende. Aprendemos juntos eu e eles. Gosto destes companheiros pequeninos. Aula de Estudo Acompanhado. Sala de informática. Escrever ao nosso Escritor João Pedro Mésseder, aprender a publicar no blogue, inserir imagens, usar o Gmail... O tempo passou a voar!
Já acabou? Sim meninos, já acabou... Mas para a semana há mais!
http://turbeturma.blogspot.com/2007/01/uma-aula-de-informatica.html

4 Fevereiro 2007

Wetpaint, "wiki spirit"... outra ferramenta útil
(transferência de um projecto de escrita colaborativa)

http://ameias.wetpaint.com/

Voltar ao início


 
desfiado por Unknown at 22:29 | Permalink
Porquê? Para quê?
terça-feira, 13 de fevereiro de 2007
Já muitos escreveram respondendo a estas questões.
Com que objectivos, com que metas, por que razão.
Poderia citá-los.
Mas encontram tudo isso nas ligações que aqui se partilham em vários pontos deste espaço.

Digo das razões mais simples. As essenciais (relacionadas com todos os envolvidos... professores, alunos, pais... outros...):





  • vontade
  • prazer
  • crença de que é útil
  • desenvolvimento da criatividade e da autonomia
  • criação de laços
  • optimização de recursos e renovação de metodologias de trabalho
  • alargamento do conceito de Escola, para além das paredes e dos muros e ampliação da comunidade educativa
  • aproximação entre alunos, entre alunos e professores entre a escola e os pais.
  • ligação ao mundo, quebra do isolamento, possibilidade de encontrar parceiros de trabalho com afinidades educativas, formação contínua informal e partilhada
  • crescimento pessoal/profissional (porta simples para outros voos - formação/auto-formação)
  • maior envolvimento dos alunos - mudança dos contextos de aprendizagem
  • maior motivação em termos globais e para o treino de competências na língua materna, nomeadamente da expressão escrita
  • tranversalização do currículo e das aprendizagens - unificação em torno de um projecto comum
  • exercício de cidadania (cooperação, decisão, gestão de conflitos)
  • maior visibilidade do trabalho desenvolvido
  • interactividade, alargamento do trabalho escolar, expansão da aula (comentários e outras partilhas)
  • troca de experiências, exercício de reflexão
  • valorização da imagem profissional do professor
  • excelente porta de entrada para outros voos nas TIC, pela simplicidade de utilização e pela aprendizagem e desenvolvimento da confiança - aperfeiçoamento de competências variadas
  • facilidade de partilha de materiais em diferentes suportes, com o auxílio de outras ferramentas complementares
  • ...

Voltar ao início

 
desfiado por Unknown at 21:35 | Permalink
Como?
segunda-feira, 12 de fevereiro de 2007
(No universo do 2º Ciclo... blogues com características generalistas)

Leitura. Pesquisa. Inspiração.
Atenção ao que vai sendo divulgado noutros espaços. À evolução das ferramentas.
Testar antes de aplicar. Desenvolvimento em paralelo de outros projectos – não apenas blogues - que vão ampliando as competências TIC do professor.

Explicação aos alunos. Envolvimento, motivação. Exemplificar... teia... outros blogues de alunos ou temáticos com interesse. Deixar o apetite abrir-se através da consulta, da viagem...

Construção de blogues de turma, generalistas, transversais, no contexto do desenvolvimento do Projecto Curricular de Turma.
Tomada de posição na turma. Decisão conjunta de todos os alunos relativamente ao nome do blogue, nome de utilizador, password, nome associado às entradas, template... Tarefa que não é fácil, mas é o momento fundamental de apropriação, de decisão, de partilha de poderes, de encontro, de união em torno de um projecto que permitirá a mais fácil integração dos alunos na turma, na escola, no trabalho escolar que sentem valorizado.

Numa fase inicial o professor tem maior controlo, coloca materiais seus e dos alunos e começa a solicitar participação mais activa através do endereço de correio electrónico que é criado para a turma.

A formação começa a acontecer... Área de Projecto, Estudo Acompanhado, aproveitam-se os momentos, integrando-os no contexto dos trabalhos em desenvolvimento. Não há formação desintegrada... os alunos aplicam e aprendem no processo, aproveitando para publicar conteúdos já previstos ou criar novos.

A motivação vai crescendo gradualmente até ao ponto em que nos escrevem a todas as horas avisando que há textos/trabalhos seus à espera de correcção e publicação... simultaneamente a turma avança também na divulgação dos projectos em grupo, os trabalhos, as iniciativas no contexto do Projecto Curricular...

A motivação para a escrita, para a correcção e qualidade final do produto é significativa. Os comentários vão estabelecendo laços, reforçam a confiança e a auto-estima.

O caminho vai-se abrindo e novas aprendizagens se vão fazendo...
Pretende-se que a autonomia se desenvolva e que, ao chegarem ao 7º ano passem a ser responsáveis pelo seu próprio blogue...
É um momento muito especial e comovente.
 
desfiado por Unknown at 21:38 | Permalink
Para quem? Com quem?
domingo, 11 de fevereiro de 2007
Para mim? Comigo?

O professor é pessoa em ligação permanente com os outros.
Precisa de um espaço seu para respirar. Cuidar de si. Aprender.
(Há quem se esqueça)
Há a casa. Há o jardim. Há livros, passeios, música, cinema. As viagens de todos os tipos.
A teia como exercício pessoal de crescimento e partilha.
Ninguém infeliz é bom mestre.
Ninguém triste tem algo para oferecer.
Ninguém cinzento faz aprender as cores. As flores.



Para os Alunos? Com eles?

Sim, sempre sim.
Equilibrar a dádiva e o pedido.
Oferecer segurança, mas estimular a autonomia.
Envolvê-los, criar condições para o crescimento.
Partilhar, exigir. Levá-los até ao dia em que passarão a ser os únicos responsáveis pelos espaços criados inicialmente com o apoio dos professores.



Para os Professores? Com eles?

Os parceiros de aventura. Não precisam de ser iguais a nós, partilhar sentidos, direcções.
Precisam de estar presentes. Precisamos de encontrar um tempo de partilha.
Se houver fome, sede, a formação pode fazer-se ombro a ombro em qualquer momento. A teia pode envolver sem obrigação. Tem acontecido. Lentamente, mas com segurança, vão crescendo as experiências em torno de diferentes projectos. Conquista-se cativando. Mostrando que o depois é melhor do que o antes, mesmo que dê trabalho.
Tudo o que vale a pena dá o seu trabalho a construir...
Mas, depois, há sorrisos e conquistas que já não desejamos perder.
Assim se vai crescendo. E se vai tornando impossível recuar.



Para todos os outros...

Porque é preciso dignificar o exercício da profissão. Oferecer imagem dos cenários que contrariam os dizeres agourentos que esmagam e não servem a educação. Para os outros sim. Para que saibam, sintam, vejam de que mil rostos se faz um aluno, um professor, se faz a escola, se faz a aprendizagem. No seu melhor. No menos bom. Para revelar os absurdos, constatar, contestar, reflectir, rever, repensar, sugerir... Exercer a cidadania, participar, argumentar.
Porque é preciso colocar a nossa voz no mundo e levá-la mais longe.
Neste momento muitos bons blogues de professores prestam um excelente serviço público. São o exemplo de uma cidadania aplicada e persistente na luta contra ventos e tempestades que procuram varrer a essência da escola e substituí-la por um aglutinado de fazeres sem tempo para projectar, reflectir, avaliar de forma séria.
Este exercício de cidadania permite o optimismo, apesar de tudo. Os blogues em educação podem ser razão, intenção, objecto, objectivo, intrumento, ferramenta, o centro, a essência, o que quisermos que eles sejam.É nas nossas mãos que o segredo mora.




Voltar ao início
 
desfiado por Unknown at 21:43 | Permalink
"Foto de família"
sábado, 10 de fevereiro de 2007
Ver aqui a foto de família, com ligações para cada local




Descrição:

Tempo de teia – Blogue pessoal… tranversal… misturando a vida e a educação em proporções variáveis… Laboratório de aprendizagem, colecção de pensamentos dispersos, partilha de materiais e ideias ao sabor do vento...

Sala 16 – Blogue generalista de uma turma do 6º ano – 05/06 (Direcção de Turma). Entregue aos alunos no 7º ano. Continua activo.

Dia D – Blogue generalista de uma turma do 6º ano – 05/06. Entregue aos alunos no 7º ano. Continua activo, mas pouco regular.

TurBêturma – Blogue generalista de uma turma do 5º ano – 06/07. Trabalho em curso.

SOS Professor – Teia de Apoio – Blogue de apoio à actividade do Professor e do Director de Turma (criado em 05/06 no contexto do desempenho das funções de coordenação de Direcção de Turma). Transitou para um site – Escola Virtual (projecto – computadores portáteis)

Site da BE-CRE
– Criado no âmbito da coordenação da BE-CRE em 06/07.

Dia a dia na BE-CRE – blogue da equipa da BE-CRE (criado em 06/07 no âmbito da coordenação da BE-CRE).

Amigos da BE-CRE – blogue dos Amigos da BE-CRE (criado em 06/07 no âmbito da coordenação da BE-CRE).

Do fio à teia – blogue desenvolvido para o encontro sobre Weblogues na Educação, na Escola Superior de Educação de Setúbal – Março 2007.

Sabor e Saber – site para alunos e não só... matemática, poesia, histórias... criado em 05/06.


Sabor de Palavra – blogue: laboratório de poesia (criado em 06/07).

mais recentemente:

Escrit 'ameias - wiki de escrita colaborativa (http://ameias.wetpaint.com/ )

Voltar ao início

 
desfiado por Unknown at 22:10 | Permalink
E afinal? Tem resultado? Vale a pena continuar?
domingo, 4 de fevereiro de 2007
Tem resultado?
Resposta breve: sim.


Poderia recolher o testemunho dos alunos, de pais, de anónimos frequentadores para conformar estatisticamente esta impressão pessoal que não nasceu do vazio, mas da essência do que se comunicou, falou, partilhou neste percurso de que dei testemunho.

Vale a pena continuar?
Resposta breve: sim.


Estar aqui prova-o.
Só acreditando que vale a pena me disponho a continuar a partilha iniciada há pouco mais de um ano. Nos blogues e espaços criados para alunos, na teia, aqui, em encontros presenciais (que me permitem finalmente conhecer as vozes que não ouço, mas que escuto regularmente), informalmente junto dos colegas com quem partilho o meu espaço de trabalho. Eles são testemunha deste caminho e alguns já se deixaram seduzir...
Vale a pena continuar. Assim nos seja permitido, pois são actividades que não se compadecem com a cada vez menor duração da componente individual de trabalho...


Porquê?

Por tudo o que viram atrás, por tudo o que ainda verão no futuro Porque o imenso que ganhei é muito mais do que todo o tempo que gastei. E não há cansaço que se sobreponha ao encanto de todos os laços criados, todas as aprendizagens feitas, todo o crescimento pessoal e profissional, todos os companheiros que a teia foi recolhendo pelo caminho, a quem me prendi e que a ela se prenderam, simplesmente porque quiseram.
Esse querer, exercício pessoal da liberdade de escolha:
a razão pela qual estamos aqui hoje, agora, juntos.


Voltar ao início


 
desfiado por Unknown at 13:11 | Permalink
Apresentação / "Slide show"
sábado, 3 de fevereiro de 2007
 
desfiado por Unknown at 14:39 | Permalink